Fim de papo: Campeonato Catarinense é na Record

Esporte Record: Os direitos de transmissão do Campeonato Catarinense foram adquiridos pela Record em 14 de dezembro de 2006 para os anos de 2007, 2008 e 2009, dobrando o valor que vinha sendo pago pela RBS.

Surpreso com a decisão, ainda em 2007, o grupo gaúcho tentou resgatar a transmissão. Em ata de janeiro, está registrada oferta da concorrência, de R$ 1,9 milhão pelo catarinense. A proposta foi rechaçada pela assembléia da Associação de Clubes. A Record conseguiu então iniciar as transmissões.

Em 2008, a RBS TV voltou à carga. Preocupados com o valor da multa e as conseqüências jurídicas, os clubes recuaram mais uma vez, e no final do campeonato houve comemorações em favor da RIC Record. “Ela foi salutar para o futebol catarinense, e este foi o melhor campeonato em todos os sentidos”, disse o presidente da Associação de Clubes, Carlos Crispim. “É a melhora da nossa imagem por todo o Brasil e até fora do Brasil”, disse o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim de Pádua Peixoto. “A nossa intenção é que melhore cada vez mais, e nós vamos continuar nessa batalha.”

Nova tentativa.

Mas a concorrência continuou insistindo na quebra de contrato e convenceu os clubes a aceitarem a proposta para 2009. Entre maio e setembro de 2008, a RIC Record foi procurada pela associação. Os clubes queriam mais dinheiro, caso contrário iriam fechar com a afiliada da Rede Globo.

A RIC Record não aceitou, mas deixou claro que poderia concorrer com uma proposta maior no campeonato de 2010 e que seria prudente manter a ética e preservar os contratos assinados. O agenciador Roberto Costa, da agência Propague, foi um dos negociadores. Por cláusula, ele tem uma comissão sobre os contratos da associação. A cada novo contrato, recebe uma comissão.

Água fria.

Em outubro veio um balde de água fria nas intenções da concorrência. O juiz Paulo Bruschi negou liminar pedindo quebra de contrato com a Record. Na decisão, o juiz deixou claro que nos termos apresentados o contrato com a Record continuava em vigor.

Federação, clubes, RBS e agenciador insistiram num novo contrato e passaram a denegrir a capacidade técnica da emissora e também seus profissionais. Numa entrevista para a TV Brusque, Delfim Peixoto deixou escapar que a Federação temia uma decisão da Justiça, mas que já tinha um acerto com o grupo gaúcho: começar a transmissão pela RBS em 2010. “Agora, a Justiça é que vai decidir. Se eles entrarem com uma ação, e devem entrar, a Justiça vai resolver, e como é o último ano nós vamos esperar o que a Justiça diz”, disse o presidente.

Por pressão da RBS, no dia seguinte Delfim foi obrigado a desmentir o que havia dito, nos veículos da concorrência. “Assinamos contrato com três anos de televisionamento, e o que nós assinamos está valendo, sem dúvida alguma”, afirmou.

O resultado.

O contrato entre a Rede Record e a Federação Catarinense de Futebol continua vigente.

O processo foi analisado pela juíza Denise Volpato, na 2ª Vara Cível de Florianópolis e a decisão foi divulgada no início da tarde desta sexta-feira (16), garantindo o direito de transmissão exclusiva para a RIC Record.

O não cumprimento da decisão judicial implica no pagamento de multa diária de R$100.000,00 (cem mil reais).

A primeira transmissão do Campeonato Catarinense 2009 acontece neste domingo, às 16 horas entre Joinville e Criciúma.

Veja o que a RBS TV colocou em seu site:

"A RBS TV informa aos seus telespectadores que não irá transmitir a partida entre Avaí e Brusque devido a uma decisão judicial.

Esta posição não é definitiva em relação ao Campeonato Catarinense. O despacho do desembargador de plantão manteve decisão liminar que impossibilita temporariamente a transmissão pela RBS TV.

A decisão final será julgada por uma câmara do Tribunal de Justiça."

Fonte: Click RIC/Imagem: Click RIC

5 Comentários:

18 de janeiro de 2009 15:46 Delma disse...

Gosto muito de assistir as novelas da Record, mas como os horários são trocados não consigo assistir até o final. Tenho me prometido não assistir e acabo voltando a assistir, e mais uma vez me decepciono, pois a Chamas da Vida, que é minha novela preferifa, vai trocar de horário e, quando voltar das férias vou ter que desistir novamente.
Delma

18 de janeiro de 2009 15:46 Delma disse...

Gosto muito de assistir as novelas da Record, mas como os horários são trocados não consigo assistir até o final. Tenho me prometido não assistir e acabo voltando a assistir, e mais uma vez me decepciono, pois a Chamas da Vida, que é minha novela preferifa, vai trocar de horário e, quando voltar das férias vou ter que desistir novamente.
Delma

19 de janeiro de 2009 06:28 FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? A síndrome SBT atacou a Record? Como é que fica o telespectador de Chamas da Vida? A novela passava normalmente depois da novela das oito da TV Globo...Bom, pelo menos, agora vão exibir a linha dos realities em um horário decente.. Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

22 de janeiro de 2009 03:41 Anônimo disse...

e a novela prova de amor que a record não posta mais os vidios, fora de brincadeira e uma lambança

22 de janeiro de 2009 17:56 roseoliver70 disse...

oi adro troca de familia e adraria participar,tenho uma vida interessante para contar como me inscrevo?meu imaile roseoliver70@hotmail.com.