Rede Record inaugura newsroom em Bélem do Pará

Record Norte:Depois de dez anos de atuação em Belém, a Record decidiu investir pesado na qualidade, na tecnologia e no potencial humano para criar a mais moderna newsroom (redação/estúdio) da região Norte do Brasil, seguindo os padrões internacionais de telejornalismo.

Durante três meses funcionários trabalharam sem parar e deixar tudo pronto. Com mais de 500 profissionais ligadas ao jornalismo, a Record Norte estará instalada em Belém (PA). Todo o noticiário do Norte do país com a participação de 15 emissoras e sete retransmissoras da Record na região.

Uma região importante para o país. Seus rios formam a maior bacia de água doce do mundo. Uma região que abriga grande parte da Amazônia e que apresenta um grande crescimento econômico.As lentes da Record Norte estão atentas para registrar cada detalhe do noticiário da região Norte.

Fonte:Rede Record/Imagem:Arquivo

38 Comentários:

8 de janeiro de 2008 09:19 paulo roberto disse...

Otima a iniciativa da Rede Record,mas ao meu ver faltou Visão de futuro no que tange a escolha da cidade-sede. Apesar de Belém ser a Capital histórica da região, a que mais cresce e hoje já é a cidade mais importante é Manaus, que só tem a ganhar em importãncia uma vez que é a capital do estado mais verde do país e que mais zela pelo desenvolvimento sustentável dentre outros inumeráveis motivos. Ademais parabéns.

8 de janeiro de 2008 09:39 Anônimo disse...

Parabéns a Rede Record pela iniciativa e parabéns principalmente á Belém que mais uma vez mostra suma importância no cenário nacional,firmando-se cada vez como uma das mais importantes cidades da América do Sul.

8 de janeiro de 2008 09:44 marcio disse...

Eu acho que a Rede Record escolheu bem a cidade, pois um canal de Bélem fala para 2.700.000 pessoas só na Região Metropolitana de Bélem e para mais de 7.000.000 de paraenses.Parabêns Record!

8 de janeiro de 2008 11:03 Luís Augusto disse...

Caro Paulo roberto, você está muito enganado quando diz que manaus é a capital verde. Se você não sabe, Belém é conhecida como cidade das mangueiras, temos áreas verdes para todos os lados, temos o melhor IDH do norte entre as capitais, estamos vivendo um grande crscimento em nossa cidade, somos a capital do turismo de negócios no norte, temos a maior riqueza cultural e histórica na região. Vivemos na amazônia também ,a 2h de belém temos o litoral (zona do salgado) e a 2 horas o marajó (amazônia e pantanal juntos). Então ainda acredita que manaus era melhor escolha???
Belém tem uma região metropolitana de 2,5 milhoes de habitantes e o estado tem 7 milhões, estamos ligado a todo brasil pelas rodovias, aeroportos e portos. Como se chega a manaus de carro??? A unica coisa que tem aí no amazonas é manaus e parintins que fica na froteira com o Pará, e olhe lá!!!
muito bem escolhida belém!!!
prabens record!!!
Belém rumo a 2014...

8 de janeiro de 2008 11:35 Anônimo disse...

E ainda mais Bélem sempre teve sede própria da Record (a tv Record Bélem) desculpa! mais Bélem têm dessas coisas!

8 de janeiro de 2008 15:15 Anônimo disse...

Parabens para a histórica Belém! A Cidade das Mangueiras!!!
Montar uma estrutura desse porte seria mais facil em uma cidade ligada com resto do país, por isso Manaus foi descartada com certeza, afinal tds sabemos q para chegar em Manaus somente de avião ou pelos rios, de carro eh praticamente impossivel, e digo mais, graças a Deus que não existe uma estrada ligando Manaus ao resto do país, mtos defendem a finalização da BR-319, mais essa estrada significaria a destruição da area verde do sul do AM(um dos estados mais bem preservados do país), o estado do Pará(o segundo estado mais desmatado do Brasil so perde pro Mato Grosso seu vizinho) deve grande parte do desmatamento desenfreado q gera brigas por terras e assassinatos às rodovias, q trazem desenvolvimento e escoam madeira ilegal. Por mim nunca teria BR-319 no AM, so assim o estado continuara preservado, e a linda Manaus continuara crescendo mesmo isolada. Parabens a grande Belém novamente, a escolha mais viavel no MEU ponto d vista.

Tiago, Rio Branco-AC

8 de janeiro de 2008 16:12 Ana disse...

Muito bem. Como se trata da Record "Norte", espero que sejam levadas ao ar matérias mostrando o lado bom sobre Manaus e não mostrando apenas desgraças que existem em qualquer cidade grande do planeta.Mostrem ao Brasil as belezas da cidade de Manaus, como por exemplo, a moderníssima estação hidroviária onde aportam barcos que chegam e partem para várias cidades da região, além dos diversos transatlânticos que passam por esse porto trazendo turistas do mundo todo,que sabem que Manaus é tudo isso que estou dizendo. Muitos brasileiros acham que no norte do Brasil só existem bichos e floresta e, aproveitando esta oportunidade, cabe à Record ensinar um pouco de geografia,cultura e até mesmo economia aos brasileiros que falam mal sem nada saber a respeito dessa região rica e bela.

8 de janeiro de 2008 16:27 Paulo disse...

Senhores,

O que devemos fazer é utilizar esse meio de comunicação para divulgar a região norte, suas riquezas e sua cultura, independentemente de sermos paraenses ou amazonenses. Para o restante do Brasil paraenses e amazonenses são da amazônia, e nela só existem árvores, bichos e povos primitivos, além de falta de educação e saneamento, e graves doenças. Por isso é importante que os repórteres tenham cuidado para que as reportagens sejam fiéis à realidade, para não aumentar essa má impressão que já existe, mostrando também as coisas boas e belas de cada cidade, inclusive as do interior.

Sucesso para a Rede Record de Televisão.

8 de janeiro de 2008 20:28 Dani disse...

Parabéns à Metrópole da Amazônia pela sede da Record News Norte. Conheci recentemente Belém do Pará e fiquei impressionada e encantada com a beleza e com o crescimento que a cidade está experimentando. É sem dúvida alguma a cidade mais linda e mais charmosa na Amazônia e a única, na minha opinião, q tem cara de metrópole na região Norte. Já fui à Manaus tb, mas acho q não seria a cidade adequada para sediar uma rede central Norte de uma emissora de tv de nível nacional, primeiramente, óbvio, pela localização, e segundo, pela pouca infraestrutura q a cidade apresenta, qdo comparada à Belém.

Danielle de Freitas.

Boa Vista- RR

9 de janeiro de 2008 03:08 Paulo disse...

Parece que o lugar escolhido para sediar o "estúdio de transmissão" da TV não é o importante, pois através da rede ele pode alcançar os lugares mais remotos, dada a velocidade de comunicação que as inovações tecnológicas permitem.

Importante é a qualidade da informação sobre a toda a região e não somente sobre Belém e o Pará, pois os brasileiros não acreditam que na Amazônia existem cidades como as dos outros lugares e só acompanham notícias sobre destruição da floresta, que na verdade se concentram no Estado do Pará.

A par disso o que sabe sobre infraestrutura uma pessoa que não consegue escrever um "que" ou um "quando", substituindo-os por q e qdo? Saiba Sra. Danielle de Freitas que a cidade onde a senhora mora, Boa Vista, tem a sobrevivência atendida pela "pouca infraestrutura" de Manaus, em cujo Pólo Industrial são produzidos quase todos os produtos eletrônicos que estão nas casas e escritórios dos brasileiros,como televisores, aparelhos de som, telefones celulares, comuputadores e monitores,além de relógios de pulso, motocicletas, biciclietas, veículos utilitários e muitos outros. Isso tudo é feito com "pouca infraestrutura"? Além disso existe uma estrutura logística de/para Manaus que a liga com o mundo inteiro e é operada com total desenvoltura, sem dificuldade alguma, o que é absolutamente natural para todos que têm contato direto com a região.

Paulo

Guarabira-PB

9 de janeiro de 2008 03:12 Paulo disse...

Parece que o lugar escolhido para sediar o "estúdio de transmissão" da TV não é o importante, pois através da rede ele pode alcançar os lugares mais remotos, dada a velocidade de comunicação que as inovações tecnológicas permitem.

Importante é a qualidade da informação sobre a toda a região e não somente sobre Belém e o Pará, pois os brasileiros não acreditam que na Amazônia existem cidades como as dos outros lugares e só acompanham notícias sobre destruição da floresta, que na verdade se concentram no Estado do Pará.

A par disso o que sabe sobre infraestrutura uma pessoa que não consegue escrever um "que" ou um "quando", substituindo-os por q e qdo? Saiba Sra. Danielle de Freitas que a cidade onde a senhora mora, Boa Vista, tem a sobrevivência atendida pela "pouca infraestrutura" de Manaus, em cujo Pólo Industrial são produzidos quase todos os produtos eletrônicos que estão nas casas e escritórios dos brasileiros,como televisores, aparelhos de som, telefones celulares, computadores e monitores,além de relógios de pulso, motocicletas, bicicletas, veículos utilitários e muitos outros. Isso tudo é feito com "pouca infraestrutura"? Além disso existe uma estrutura logística de/para Manaus que a liga com o mundo inteiro e é operada com total desenvoltura, sem dificuldade alguma, o que é absolutamente natural para todos que têm contato direto com a região.

Paulo

Guarabira-PB

9 de Janeiro de 2008 03:08

9 de janeiro de 2008 04:55 Amazonense disse........ disse...

Tudo se deveu a uma pesquisa feita pela Record em todo o Brasil.Onde ,principalmente nas duas capitais Manaus e Bélem, o povo de Manaus mostrou desinteresse pelas coisas da terra.....enquanto os paraenses valorizaram suas coisas regionais...e isso contou muito! e ainda no Brasil Bélem é mais conhecida e foi apontada como a principal cidade do Norte pelos Brasileiros....infelizmente nosso governo aqui no Amazonas só se preocupa em divulgar Manaus para o exterior....enquanto que no Brasil só é lembrada quando o assunto é relativo a Industria....que ameaça os interreses Paulistas....e outra coisa as duas cidades têm infra-estrutura dentro das caracteristicas de cada uma e dos padrões de América Latina e de Brasil é claro!

9 de janeiro de 2008 10:45 Anônimo disse...

Esse Paulo viaja completamente na maionese, ele se esquece que o polo industrial de Manaus nada mais é que um simples local de montagem de produtos importados, e que toda a riquesa vai para o exterior, esquece que a cidade dele não arrecada quase nada de impostos, a não se se serviços, que o IDH de sua cidade é de 0,774, um dos últimos estres as capitais, que o trânsito daí é caótico e que o povo de sua cidade é conhecido como mau educado e que não valoriza sua terra (se acham cariocas, Deus me livre), o contrário dos paraenses. Sou paraense e com orgulho, torcedor do clube do remo e devoto de nossa senhora de nazaré!!!
viva a nossa Feliz Lusitânia.
santa maria de belém do grão pará.
santa maria de belém.
belém (392 anos)...
metropole da amazônia!!!

9 de janeiro de 2008 15:21 frank amazonense com orgulho disse...

Acho que a escolha de Belém se deve a outros critérios,pois Manaus hoje é conhecida como a metropole da amazônia mesmo não sendo oficalmente uma metropole, mas tendo características de uma.
Manaus tem o 4º maior pib do país,tem uma diversidade imensa de shoppings,tem um grande centro comercial ou seja possue uma diversidade imensa de uma grande metropole,aos amigos que dizem ao contrário deveriam estudar um pouco de geografia sobre as cidades brasileiras,no assunto características de uma metropole, e ele vai constatar que um único motivo ao qual manaus não é metropole é de não ser conurbada à outra cidade,coisa que vai ser resolvida com a construção da ponte.

9 de janeiro de 2008 16:39 Anônimo disse...

Esses manauaras não falam de outra coisa se não do PIB, como se esse PIB significasse distribuição de renda, a cidade de manaus tem umas das piores distribuiçoes de renda do país entre as capitais, e esse aih acima ainda fala que sabe de geografia, até parece que uma ponte vai criar uma conurbação da noite para o dia, quem sabe daqui a uns 20 anos ou mais isso aconteça!!!
quanto a shoppings, até parece que não existe em outros lugares do brasim, e Belém são 3 de grande porte, 1 em construção e mais 2 na planta, mais os deles são sempre os melhores!!!
isso se chama complexo de inferioridade, isso sim eles tem!!!

9 de janeiro de 2008 18:02 Paulo disse...

Caríssimo Sr. Anônimo, de Belém do Grão-Pará, de N. S. de Nazaré e do glorioso Clube do Remo (o Leão do Norte), que não têm culpa pela sua atormentada existência,
O seu bairrismo é invejável, e tem razão o amazonense que reclama do fato dos manauenses e do governo do Amazonas não se preocuparem com a sua própria terra, pois permitem que um maluco bairrista faça comentários maldosos sobre a sua cidade e não esboçam qualquer reação.
Senhor Anônimo, observe que nos comentários postados neste blog para parabenizar a Rede Record pela iniciativa de inaugurar em Belém os seus transmissores e a sua central de notícias sobre a Região Norte, poucas vezes há amazonenses buscando divulgar coisas ruins de Belém ou do Estado do Pará, pois eles estão ocupados com coisas mais importantes. Em contrapartida constatam-se comentários exacerbados e mentirosos de paraenses contra Manaus e o Amazonas, levando-nos a concluir que não há uma rivalidade entre os dois estados, mas simplesmente uma aparente inveja dos belenenses em relação a Manaus, que desde a época da borracha sempre se destacou em importância, mais que Belém.
Senhor Anônimo, preste bastante atenção pois não voltarei a tratar este assunto aqui. Portanto aproveite a oportunidade para aprender:
1. Alguns bairros de Manaus possuem IDH 0,94, que é igual ao da Noruega, e isso deve acontecer também em Belém, mas em alguns locais da periferia há IDH 0,65, o que também acontece com a sua impecável cidade. Manaus realmente tem IDH geral de 0,774, mas o IDH geral da região metropolitana de Belém é de 0,74, enquanto que o geral de Belém é de 0,804 e para o senhor essa deve ser a melhor coisa do mundo, não é? Leia sobre o PNUD da ONU;
2. Certamente o senhor já “ouviu um passarinho cantar e não sabe onde” quando afirma que as fábricas de Manaus fazem somente “montagem” de produtos importados. O senhor sabe o que é PPB (Processo Produtivo Básico)? Pois saiba que para cada tipo de produto produzido no Pólo Industrial de Manaus existe um PPB regulado por Portaria Ministerial, contendo o detalhamento dos componentes de cada um e outras regras, como o atendimento a exigências do Mercosul, por exemplo. Cada produto tem um nível mínimo de nacionalização e pouquíssimas são as peças cuja importação é necessária, já que o grandioso Estado do Pará ainda não as produz, já que está ocupado com a devastação da floresta e em resgatar trabalhadores escravos. São Paulo é o maior fornecedor de muitos desses componentes nacionais, mas a maioria é produzida em Manaus mesmo, pois existem fábricas para todos os tipos de componentes. Por exemplo leia algo sobre os processos produtivos da Moto Honda (já ouviu falar dela?) e conclua qual é o nível de nacionalização de motores e outras peças para motocicletas. Os motores são feitos de alumínio e adivinhe onde eles também o compram.... Conhece o rio Trombetas... e Barcarena, conhece? Algumas empresas desobedeceram aos PPB dos seus produtos e foram penalizadas, inclusive com o fechamento das suas fábricas. Obviamente, como há muitas empresas transnacionais que possuem fábricas em Manaus, cabe-lhes o direito de enviar o seu quinhão para as suas matrizes (leia sobre isso nas publicações especializadas e conte quantas empresas fazem isso no Pará, em São Paulo e nos outros Estados) mas o senhor certamente não tem como fundamentar a informação de que Manaus só gera ISS, pois está claro que desconhece totalmente como se processa a isenção de impostos no âmbito da Zona Franca de Manaus. Como resultado dessa performance do Pólo Industrial e do comércio de petróleo e gás produzido em Urucu/AM, o PIB de Manaus é hoje o sétimo do país e Belém não está nem entre os dez primeiros, para desespero dos belenenses. Pergunte às pessoas que trabalham em Manaus se elas têm algo a reclamar sobre as riquezas (é com z, sabia?) que o município proporciona;
3. O trânsito de Manaus é caótico mesmo, mas é assim em quase todas as grandes cidades brasileiras;
4. Há pessoas mal-educadas (é assim que se escreve) em Manaus, como em todos os lugares, mas em Belém é muito pior, pois pude constatar isso durante o tempo em que morei na sua cidade.
Assim Sr. Anônimo, não perderei mais tempo com o senhor, embora deva confessar que a sua cidade é realmente muito bonita, possui muitos atrativos e é muito bom morar aí, tomando tacacá e açaí, apesar dos bairristas desesperados como o senhor.
E não esqueça de que Parintins é no Amazonas e não no Pará, como tentam fazer crer.
Abraços,
Paulo
Guarabira/PB

9 de janeiro de 2008 19:06 Savio disse...

Parabéns Record, por implementar sua estrutura na maior e mais charmosa cidade do Norte!!!

10 de janeiro de 2008 06:37 Anônimo disse...

Belém foi escolhida porque apesar do polo industrial tão falado aos 4 ventos pelos Amazonenses, Manaus ainda não consegue ser mais desenvolvida que Belém, infelizmente é a verdade, se não Manaus tinha sido escolhida e pronto. Quando falo em desenvolvimento digo em vários aspectos não somente de tamanho de cidade ou PIB.

10 de janeiro de 2008 13:39 Anônimo disse...

Esse paulo é muito comédia mesmo, me fez rir batante comsuas explicações mirabolantes, mas admiro a defesa que vc fez de sua terra, afinal, são pouco os que defende como vc, pois muitos nem ligam para sua própria cidade, ao contrário de nós de belém!!!
para paramim suas explicações não valem de nada, afinal fatos são fatos, e belém sempre foi o maior polo de cultura da região norte, a cidade com maior riqueza arquitetônica e a mesma tem os maiores atrativos turísticos do norte do brasil!!!
continuo achando que isso que vc tem é complexo de inferioridade!!!
que pena!!!!
saudações azulinas...

10 de janeiro de 2008 15:04 Miwana disse...

A Rede Record faz uma linha de programação mais popular. Em Manaus ela não teria o retorno esperado, então como bons homens de negócios escolheram o público que provalvelmente mais a aceitará.
Manaus tem um estilo mais sofisticado e é a 7ª Cidade mais rica do país. Pesquisa realizada pelo IBGE e exibida no Jornal Nacional há duas semanas atrás mais ou menos.
Não quero acirrar bairrismo entre Amazonenses e Paraenses, mas sem dúvida e as pesquisas revelam que Manaus é sim mais desenvolvida que Belém. E quando uma emissora de Tv Aberta faz a sua escolha é pensando no público que ela abrange, é uma questão de negócios.
Falo isso pois sou leitora assídua de revistas de negócios, faz parte do meu trabalho e conheço boa parte de nosso país. Manaus é a cidade do norte mais citada nelas e a que mais interessa aos executivos quando se fala em investir no norte.
O Amazonas é o estado que mais cresce no país, este ano ficou em primeiro lugar em crescimento. Favor consultar pesquisa.
Porém a cidade passa por problemas relativos a esse crescimento acelerado e por tornar-se o eldorado para outros estados não só do norte. O governo precisa correr atrás do déficit de infra pra acolher o número de pessoas que chegam.
Belém é uma bonita cidade e com ótimos atrativos, e possui muitas qualidades e é boa de se morar, porém a escolha por parte da Rede Record não a torna melhor ou pior que Manaus ou outra cidade, apenas a rede escolheu o público que mais se encaixa em seu perfil.

17 de janeiro de 2008 07:59 HOLANDA disse...

A ESCOLHA DE BELÉM PRA SER SEDE DA RECORD NORTE, NADA TEM A VÊ COM A CIDADE SER MAIS MODERNA QUE MANAUS, POIS ISSO NÃO É VERDADE, SE TRATA SOMENTE POR SUA LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA, PORQUE EM TERMOS DE DESENVOLVIMENTO MANAUS HÁ MUITO TEMPO DEIXOU BELÉM COMENDO POEIRA, ESSES PARAENSES TEM A MANIA DE POSTAR IMAGENS DO MELHOR ANGULO DE BELÉM PRA DIZER QUE É CHEIA DE PRÉDIO E DESENVOLVIDA, ISSO É COISA DE IDIOTA, COISA DE GENTE QUE SENTE A NECESSIDADE DE SE AUTOPROMOVER, OS ARRANHA-CÉUS DE MANAUS NÃO SE LOCALIZAM NO CENTRO HISTÓRICO DA CIDADE E SIM EM BAIRROS COMERCIAIS COMO O VIERALVES, ADRIANOPOLIS, PONTE NEGRA, ETC POIS O PLANO DIRETOR IMPÔS ISSO, ESTÃO EM CONSTRUÇÃO DOIS NOVO SHOPPINGS EM MANAUS SENDO QUE UM DELES O MANAUARA SERÁ O MAIOR DO NORTE-NORDESTE DO BRASIL E OUTRO O PONTA NEGRA SERÁ O SEGUNDO MAIOR DO NORTE SÓ ATRÁS DO MANAUARA, A CIDADE É UM CANTEIRO DE OBRAS, VIADUTOS, AVENIDAS LARGUÍSSIMAS, PRÉDIOS ENTÃO NEM SE FALA. ENTÃO ANTES DE VCS PARAENSES ABRIREM A BOCA PRA FALAR DE MANAUS, PENSEM DUAS VEZES PQ AQUI ABRIGA UMA GRANDE COLONIA DE PARAENSES QUE VEM PARA CÁ EM BUSCA DE EMPREGO. E SÓ PRA TERMINAR ESTÃO SE INSTALANDO EM MANAUS DUAS NOVAS GRANDES REDE DE LOJAS DO BRASIL, ABRINDO AS PRIMEIRAS UNIDADES NO NORTE. UMA JÁ FOI A LOJAS RENNER E AS OUTRAS DUAS VCS SABERÃO.

17 de janeiro de 2008 08:12 ferreira -curitiba-pr disse...

que grande iniciativa da record em ter uma sede no norte, sou paranaense de curitiba ,e conheço bem as duas capitais que não deixam nada a desejar a muitas do sul e sudeste, mas a escolha de belém não se deve ao fato de ser ou não mais desenvolvida que manaus, e sim por sua localização geográfica como disse o rapaz anteriormente, morei 7 anos em belém(98 a 2005) e 1 ano em manaus(2006), e não há como negar que as duas cidades são bonitas, mas manaus tem um algo mais, a sua noite é mais agitada, os inúmeros viadutos , shoppings então nem se fala, fikei sabendo da construção de mais dois sendo que um será o maior do norte e nordeste do país e a ampliação do amazonas shopping,serão dez ou onze agora manaus tem um ar de metropole, e belém uma cidade mais pacata, e que peca muito na limpeza pública e na violência. enfim vcs tem que se unir pois as duas capitais unidas serão ainda mais fortes.

18 de janeiro de 2008 04:48 carlos disse...

Agora a desculpa de Manaus por ter perdido para Belém é a localização geografica, se fosse assim Manaus nem teria nenhuma rede de TV e tem!o Amazon sat para todo o Brasil. Não é só Manaus que possui Avenidas largas em construção(pq a constantino e a djalma são estreitas) e predios altos e shoppings pela cidade, em Belém tambem esta acontecendo isso, gente temos que nos informar e não ficar falando que uma cidade é tudo e outra não tem nada. Lembrem-se que Belém tem 1.400.000 habitantes e 2.095.000 em sua região metropolitana e Manaus 1.600.000 na cidade e 1.900.000 na area metropolitana por isso não menosprezem Belém, pois a "rivalidade" é dai pra cá e todo mundo sabe disso.

18 de janeiro de 2008 18:09 Marilia disse...

vc é um brincalhão Carlos, primeiro já ouviu falar da nova Darcy Vargas,a Constantino está muito mais larga, e dizer que a rivalidade é daqui de manaus pra aí,é piada e mais quem vive falando que é a unica metropole do norte não são nós manauaras não, vcs acham que isso é ter orgulho de sua cidade mas na verdade não passa de pura idiotice ficar postando fotos de belém mostrando os prédios, é pura babaquice, nós manauaras não precisamos provar nada pra ninguém , ainda mais pra vcs paraenses que vem pra cá, muitos conquistam bons empregos depois ficam denegrindo a imagem da cidade e exaltando a metropolizinha de vcs!!!!!!

18 de janeiro de 2008 18:16 pedro LONDRIN disse...

Estava eu navegando pela internet, e de repente me deparo com essa antiga rixa entre as duas maiores cidades da Amazônia, eu pensei que isto tinha acabado, mas vejo que não, eu conheço Manaus, Belém, Boa Vista, São Luís, são todas lindas cidades, modernas e

18 de janeiro de 2008 18:23 pedro - londrina-PR disse...

OPS NÃO CONSEGUI TERMINAR O MEU RACIOCÍNIO, MAS ESTOU DE VOLTA, E FAREI UM BREVE RESUMO DAS CIDADES, BOA VISTA É UMA CIDADE PEQUENA MAS MUITO ELEGANTE, LIMPA. SÃO LUÍS É BELÍSSIMA , UMA HISTÓRIA SEM IGUAL. BELÉM É UMA CIDADE ACOLHEDORA, BEM SINALIZADA, TEM UMA BELA NOITE. MANAUS É UMA COISA MAIS GRANDIOSA, UM AR DE METROPOLE QUE JURO NÃO ESPERAVA QUANDO ESTIVE LÁ, ESPERAVA ENTRAR EM CONTATO COM A NATUREZA, TAL, MAS ALÉM DA NATUREZA É UMA CIDADE QUE TEM UM AR CULTURAL INCRIVEL, O LARGO SÃO SEBASTIÃO COM PEÇAS ABERTAS AO PÚBLICO EM FRENTE AO TEATRO AMAZONAS É MÁGICO, SHOPPINGS CENTERS GIGANTESCOS, VIADUTOS, UMA COISA SURPREENDENTE PARA QUEM MORA NO SUL DO PAÍS, ENFIM COMO EU FALEI ANTERIORMENTE TODAS SÃO LINDAS CIDADES, TEM OS SEUS PRÓS E SEUS CONTRAS, MAS ISSO TODAS AS CIDADES BRASILEIRAS TEM.

19 de janeiro de 2008 15:53 lucas disse...

esses caras de belém acham que eles moram em uma metrópole, pura ilusão, por que metrópole mesmo na Amazônia só tem uma que é MANAUS, aliás nós manauaras devíamos parar de responder estes insultos rasteiros destes despeitados, por que nossa rivalidade já está um nível acima, estamos rivalizando com grandes capitais do nordeste como recife e salvador, pois no norte já era, a supremacia se fez mais rápida do que imaginávamos, agora a ''disputa'' por investimentos como novos shoppings por exemplo é com gente grande e belíssimas cidades como as que citei anteriormente. A Amazônia é nossa!!!!!!!!!!!!!

21 de janeiro de 2008 07:45 carlos disse...

Vcs manauaras que não se enchergam sabem que se acabar os incentivos do Polo industrial, Manaus vai sair do nada para uma merda total....podem chorar pois sempre vão perder essa terra de indios que niguem se lembra, fulera!

22 de janeiro de 2008 17:02 fernando disse...

hahahahaha, o cara não sabe nem escrever direito, enxergam com ch, só se for aí na terra de ladrão, ninguém, ele escreve niguem, hahahahaha, será que nem a educação aí nessa terra de ladrão presta, é uma vergonha total para a Amazônia. O certo é se acabarem os incentivos e não acabar os incentivos, seu merda, hoje se acabassem os incentivos do Pólo Industrial de Manaus, Manaus sentiria sim um impacto , mas bem menor do que vcs acham, e a cidade se recuperaria em dois anos, seu mané, e quanto a ser índio, é melhor ser índio do que ser um paraense ladrão,hahahahahahahaha

MANAUS A PRIMEIRA METRÓPOLE DE VERDADE DA AMAZÔNIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!

23 de janeiro de 2008 02:41 Paulo disse...

Caríssimos manauenses e belenenses, ou se preferirem, em ordem alfabética, belenenses e manauenses,

Voltem um pouco, leiam os textos postados neste blog, e concluam que a sua platéia é quase que exclusivamente de pessoas de Belém ou de Manaus, e que as poucas pessoas de outras regiões que postaram algo sobre o assunto abordado já moraram aí e só fazem elogios às duas cidades. Portanto não se pode entender aonde vocês querem chegar desperdiçando os seus esforços apenas acusando a outra cidade de ser ruim, a exemplo de maus políticos, que na época de eleições procuram e divulgam falhas dos concorrentes para desacreditá-los entre os eleitores. A isto se chama “apagar a estrela do próximo para tentar fazer a sua brilhar” e é um comportamento desleal e covarde, próprio das pessoas de caráter duvidoso. Também não entendo porque aí só pode ter uma “metrópole”, já que todas as regiões têm mais de uma cidade com região metropolitana.

Aliás, observa-se ainda que esse tipo de atitude é menos usada pelas pessoas de Manaus, que detalham mais o que definem como bom na sua cidade, ao contrário, por exemplo, do Sr. Carlos, que parece defender Belém, e que demonstra completa instabilidade, um bairrismo doentio e um extremismo insano quando se refere à possibilidade de extinção da vigência da Zona Franca de Manaus, que é prevista para o ano de 2023 e que ele torce para que seja antecipada a fim de que os manauenses deixem logo de existir, ao que parece.Também é errado generalizar e distorcer a reputação de um povo como foi feito por Fernando.

Belenenses e manauenses, prestem atenção, pois Manaus e Belém têm mesmo é que melhorar a sua imagem no contexto brasileiro e internacional, assim como as outras cidades da Amazônia, de vez que as oportunidades econômicas dessa região são vastíssimas, cabendo, entre outras providências, a exploração do potencial turístico, a partir das riquezas naturais que existem aí e que o mundo inteiro tentará preservar a qualquer custo nestes tempos de defesa do meio ambiente. Mas para isso há necessidade de que as pessoas do resto do Brasil e do mundo saibam que é bom ir para as suas cidades, e isso não acontecerá enquanto cada um de vocês desejar a inexistência do outro e continuar publicando que Manaus não serve para se viver e visitar e que é falsa a imagem mostrada de Belém, pois a cada ação e reação vocês se destroem igualmente e sempre mais. Por isso é melhor mesmo que a sua platéia nesses blogs e fóruns se restrinja aos da sua região, pois se outros acompanharem a sua contenda estarão certos de que não vale a pena visitar as suas cidades, comprar produtos daí etc. E hoje não há como se viver isoladamente do resto do mundo, principalmente na Amazônia, que sempre foi alvo das atenções e da cobiça de todos, menos dos brasileiros, que não sabem o que possuem.

A sugestão é que vocês não se unam, já que não conseguem - embora se saiba que, como os rios da Amazônia correm para o leste, os paraenses bebem a mesma água que já serviu aos amazonenses, acreanos, roraimenses, rondonienses, mato-grossenses e aos tocantinenses e goianos (através da bacia do Tocantins), pelo menos, ou seja, no bom sentido “são todos farinha do mesmo saco” - mas que cada um, mesmo separadamente, utilize o seu potencial de luta para convencer os seus governantes e operadores de turismo a usar a mídia para mudar a imagem das suas cidades, como já estão fazendo o governo do Pará, com material institucional nas grandes redes de televisão e a Rede Record divulgando as coisas de Belém e do Pará, pois só assim as outras pessoas deixarão de temer ir aí por acreditarem que as suas cidades ficam longe, fedem, só têm favelas, bichos, mosquitos, doenças graves e povos primitivos hostis.

Espero que a minha intenção seja bem entendida por todos, enquanto envio-lhes um grande abraço desejando que tenham muito juízo daqui em diante.

23 de janeiro de 2008 06:29 Paraense disse...

Realmente é deprimente essa briga. Tenho certeza que 99,9% dos moradores de Manaus e Belém não compartilham desses sentimentos, as pessoa que postaram coisas ofensivas e palavras chulas são os chmados sem cérebro que infelizmente povoam todas as cidades. Tenho amigos em Manaus que Quando os visito me tratam muito Bem e o mesmo acontece quando eles vem à Bélem, todas as duas cidades são bonitas e tem seus pros e contras! vamos parar com isso os acéfalos que discutiram nas postagens anteriores isso não leva a nada!

24 de janeiro de 2008 15:09 RICARDO disse...

CONCORDO PLENAMENTE COM OS ÚLTIMOS DOIS CARAS QUE POSTARAM NESSE BLOG, SOU MANAUARA E MINHA NAMORADA É DE BELÉM E NÃO EXISTE NADA DESSA RIVALIDADE IDIOTA, QUE ALGUNS POUCO IMBECIS TENTAM CRIAR, CONHEÇO AS DUAS CIDADES E SÃO DUAS CIDADES MARAVILHOSAS, GRANDIOSAS, PRA NÓS DA AMAZÔNIA DEVERIA SER MOTIVO DE ORGULHO,ESSA HISTÓRIA DO AMAZONENSE CHAMAR O PARAENSE DE LADRÃO, É UMA MINORIA , E EM BELÉM ESSAS ''PESSOAS'' QUE ENTRAM EM BLOGS COMO ESSE PRA DIZER QUE BELÉM É UMA METROPOLE E MANAUS NÃO É NADA, TAMBÉM SÃO UMA MINORIA, ENTÃO MEUS CAROS, BOLA PRA FRENTE!!!!!!!!

25 de janeiro de 2008 06:25 Paulistano disse...

Concordo com as três ultimas pessoas que postaram nesse blog.Bélem e Manaus são importantes para o Brasil. Bélem pela beleza arquitetônica e por sua posição estratégica para o território e Manaus por está no coração da selva e contribuir com o PIB do País. Sou de São Paulo e tenho negócios nas duas cidades nem uma é melhor que a outra as duas tem pros e contras! por isso colegas que brigaram tanto aqui parem com isso e adimirem suas cidades lindas e ainda boas de se viver!

6 de fevereiro de 2008 07:07 kataif disse...

Parabenizo a Rede Record pela iniciativa e pela escolha. Sou belenense, e agora resido, temporariamente em Manaus. admito que Manaus também é uma cidade bonita e tem seus encantos, e poderia também ter sido escolhida pra sede. Mas Belém é cidade mais emblemática e representativa da Amazônia, no que diz respeito ao forte orgulho cultural, o que infelizmente não vejo muito por aqui... aqui as pessoas parecem ter perdido um pouco isso. Belém, talvez não seja maior ( e tamanho não quer dizer nada), mas é só olhar para fontes segura (Guia Veja), para descobrir que em Belém existe mais coisas pra se fazer... a noite de Belém é incomparável... e digo isso sem bairrismo.

25 de junho de 2008 12:28 josiel disse...

Belém..., inveja de amanaus..., Sr. Paulo, seu bairrismo também é invejavel, pois pra contar uma mentira de tal escalão!!!! É bom sim, a record mostrar os locais mais remotos do Brasil, +, para isso deve ter estrutura, e não querendo ofender sua suposta "rica" e "moderna" cidade, mais estrutura no Norte somente Belém, a Metrópole da Amazônia tem.

20 de novembro de 2008 12:51 Anônimo disse...

sou natalense e visitei as duas cidades em julho, gostei muito das duas mais o meus maiores elojios vao pra belem, linda,moderna ,classica e muito mais, realmente em termo de desenvolvimento não fica atrás de nenhuma cidade do centro -sul do Brasil, ela sim e uma grade metropole!!!!! seus arranha ceus sao encantadores! em manaus so gostei da ponta negra!

20 de novembro de 2008 12:52 Anônimo disse...

sou natalense e visitei as duas cidades em julho, gostei muito das duas mais o meus maiores elojios vao pra belem, linda,moderna ,classica e muito mais, realmente em termo de desenvolvimento não fica atrás de nenhuma cidade do centro -sul do Brasil, ela sim e uma grade metropole!!!!! seus arranha ceus sao encantadores! em manaus so gostei da ponta negra!

10 de dezembro de 2008 18:36 Salah Muhammed Ahmed disse...

Parabéns à TV Record por ter percebido a importância estratégica de se ter uma seda na amazônia. Sou de Belém e agora moro em Manaus, cidades irmãs e parecidas em muitos aspectos... qualquer uma das duas representaria bem a região. Amigos deixemos de bairrismo fundamentalista!